Artem

Guns N’Roses adiam concerto em Portugal

O concerto dos Guns N’Roses em Portugal foi adiado. O evento ia realizar-se no Passeio Marítimo de Algés e estava marcado para o dia 20 de maio.

O surto de covid-19 foi a justificação usada no anúncio feito pela promotora “Everything is New” que garante estar a trabalhar na marcação de uma nova data.

O adiamento acontece no seguimento das “recomendações da Direção-Geral da Saúde e limitações impostas para o mês de maio pelo estado de calamidade” provocado pelo surto de covid-19.

Informações sobre os bilhetes serão fornecidas brevemente.

O espetáculo, que marcava o regresso da banda a Portugal, seria o primeiro de uma série de concertos na Europa que decorreria entre 20 de maio e 27 de junho.

“Not in this Lifetime” é o nome da digressão dos Guns N’Roses que começou em 2016 e que vai continuar. Em 2017, a banda já tinha estado no Passeio Marítimo de Algés.

Os Guns N’Roses já se viram forçados a adiar concertos marcados para novembro e dezembro na América do Sul.

Desde março, já foram suspensos, cancelados ou adiados 27 mil espetáculos em Portugal.

Formados em 1985, os Guns N’Roses foram uma das mais célebres bandas rock do final dos anos 1980. Em 1987, lançaram o álbum “Appetite for Destruction”, que continua a ser o disco de estreia mais vendido da história.

 Atualmente, a banda é composta por Axl Rose, o guitarrista Slash, o baixista Duff McKagan e o teclista Dizzy Reed, aos quais se juntam o guitarrista Richard Fortus, o baterista Frank Ferrer e a teclista Melissa Reese.

Em entrevista ao podcast “The Triple R”, Duff McKagan mostrou preocupação relativamente ao impacto que a pandemia pode ter no emprego. “A minha maior preocupação, para já, é manter empregadas as pessoas que trabalham comigo. Temos 80 pessoas na equipa que estão aterrorizadas, neste momento”.

Francisco Martins
Estudo Jornalismo e Comunicação e foi algures entre a escrita e o desporto que lá veio a ideia de poder vir a ser jornalista. Contar histórias, conhecer pessoas e relatar o que de especial há nelas. No fundo, dar aos outros coisas para falarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.